Informativos



Receba nossos e-mails

Notícias

04 de Abril de 2013

Coopacne garante apoio a grupos após capacitação com a fibra da bananeira

Fred oliveira

 

O Projeto Rio Mamanguape, patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental, assegurou ontem com os grupos de produção artesanais participantes da capacitação em artesanato com fibra da bananeira, o apoio nas próximas atividades ligadas ao desenvolvimento e a aplicação dos conhecimentos repassados na capacitação. O curso aconteceu na Escola Apícola, em Alagoa Nova, distante 138 quilômetros de João Pessoa e teve a participação de grupos de seis municípios.
A garantia de apoio do Projeto para as ações dos grupos artesanais foi dada ontem pela coordenadora do projeto e presidente da Cooperativa de Projetos, Assistência Técnica e Capacitação do Nordeste Ltda – Coopacne, que executa o Projeto Rio Mamanguape, Maria José dos Santos, que esteve visitando a Escola Apícola e acompanhando o desenvolvimento da Capacitação.
Ela ressaltou para os integrantes dos grupos que é necessário trabalho e paciência para se conseguir iniciar a geração de renda e que o Projeto Rio Mamanguape estava ofertando todas as condições para que isso aconteça, principalmente a capacitação com a fibra da bananeira, algo de difícil acesso na Paraíba. “Se organizem que receberão apoio”.


O encerramento da capacitação também foi marcada pela cobertura que a mídia de Campina Grande realizou no local. Pela manhã esteve na Escola Apícola uma equipe da TV Correio, que filmou todo processo de colheita, beneficiamento e emprego da fibra da bananeira. À tarde, uma equipe da TV Itararé acompanhou o encerramento e também coletou imagens das várias etapas do curso.


Na capacitação, os participantes aprenderam todas as etapas do trabalho com a fibra da bananeira: da colheita do troco da bananeira, o beneficiamento e a produção final de cestas, luminárias, bonecos, decorações natalinas e flores decorativas.
Os instrutores do curso foram os artesãos Alenildo Teodósio da Silva,  Marineide Targino Ferreira e Simony Amorim, com grande experiência no trabalho com a fibra da bananeira e produção de artesanato. A articulação e o acompanhamento e  ficou a biológa e técnica do Projeto Rio Mamanguape, Josilda Xavier.
A capacitação teve carga horária de bn40 horas e foi dividida em duas etapas. A primeira aconteceu nos dias 19 e 20 de março e a segunda na terça-feira e ontem(03/04). Estiveram participando 25 integrantes de grupos de produção, sendo de três a cinco integrantes por grupo.

Ass. de Imprensa COOPACNE


Coopacne - Cooperativa de Projetos, Assistência Técnica e Capacitação do Nordeste LTDA
Rua Luiz de Melo, 220 - Edifício Farol da Prata - Sala 203 - Centro
CEP: 58.101-310 - Campina Grande - Paraíba
Contatos: (83) 3322-2044 / contato@coopacne.com.br